Arquibancada Palestrina

Um blog de Palmeirense de arquibancada

Três vitórias seguidas e o desespero para comprar ingresso

Por João Malaia (@ArqPalestrina)

Amigos,

Não sei se vocês já repararam, e provavelmente já o fizeram, que algo de diferente acontece no Palmeiras. Imaginem, nós tivemos três vitórias seguidas, coisa que só aconteceu duas vezes em todo o ano de 2012, há muito tempo, quando só pegávamos adversários de menor calibre tanto do Paulista, quanto da Copa do Brasil.

A primeira sequência foi de cinco vitórias seguidas, em fevereiro, apenas com adversários do Paulista e uma importante vitória contra o Santos fora de casa:

A segunda sequência, em março, foi de quatro vitórias seguidas. Duas delas contra o fraquíssimo Coruripe, pela Copa do Brasil:

Mais: o Palmeiras não conseguiu fazer três ou mais gols por partida em todo jogo nessas sequências.

Ontem, o treinador Gilson Kleina completou seu 3° jogo no comando do time, três vitórias, três gols marcados por partida. O time fez mais gols nas últimas três partidas do que havia feito nas onze rodadas anteriores à chegada dele.

Não há como negar que algo diferente aconteceu. E, apesar da fraca posição na tabela, a torcida continua apoiando o time. No Brasileiro, força total, arquibancadas lotadas. Na Sul-americana, aquela galerinha de sempre que não perde o Palmeiras por nada. Ontem, quase sete mil estavam lá. E se o Pacaembu não estava lotado, estava cheio de festa, com todo mundo cantando e pulando.

O time correspondia no campo. Pelo menos o período que eu vi. Cheguei aos 30 do primeiro tempo por conta do trabalho. Deu para ver um time aguerrido, jogadores se aplicando para apresentar variações nas jogadas. É um Palmeiras diferente, um Palmeiras que nos dá mais esperança.

A próxima batalha é muito complicada. A bicharada está de olho na vaga na Libertadores e conta com todos os pontos disputados em casa para isso. Hoje de manhã, os homens do pelotão de frente foram ao Palestra para disputar os pouco mais de 3 mil ingressos liberados para nós, fora os destinados às torcidas organizadas.

Pela segunda vez seguida fui punido pelos deuses do futebol com um jogo do Palmeiras na hora do trabalho. Não posso ir ao jogo, tenho aula (sábado à tarde: a única aula sábado à tarde do ano). Mas o Marcelo vai ao jogo. E foi ao Palestra comprar seu ingresso.

Repasso aqui os sms que ele me mandou às 10h:

“Fodeu: não tem ninguém organizando a fila. Nem polícia, nem futebolcard, nem ninguém do Palmeiras. Vai dar merda!”

“2hs de fila.”

“3hs. Ingresso na mão. Se segura bixarada”

É dureza! O cara se dispõe a ir junto de poucos mil nego no estádio dos caras, contra 30 mil bambis e é tratado assim? Que putaria é essa? É assim, quanto mais fanático o cara é, pior ele é tratado.

Para você que colocou uma pessoa na bilheteria para atender centenas de Palmeirenses que só querem ver o jogo, estar ao lado do time na cancha do inimigo, fica aqui o recado do Marcelo:

PS: detalhe de ontem. Tinha mais colombiano torcedor do Millionarios do que pontepretano no último sábado contra nós.

Anúncios

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às outubro 3, 2012 por em Pós-Jogo e marcado .

(Publicidade Gratuita até 20/05/14) #AvantiBasqueteSEP

@ArqPalestrina

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: