Arquibancada Palestrina

Um blog de Palmeirense de arquibancada

Barcos, se você ficar, eu prometo…

Hernán Barcos,

Meu camarada, apesar de não lhe conhecer pessoalmente, já dividi vários momentos de alegria e tristeza contigo em um dos locais que você deve mais gostar: a cancha de jogo. Por isso, me sinto quase íntimo de você. Afinal de contas, compartilhar alegrias e tristezas, como choro de desabafo, de amor e de raiva também, não é para estranhos.

Você chegou por aqui e ninguém te conhecia direito. Aí você prometeu que ia se esforçar para superar a marca de 27 gols de 2011. Depois, você deu uma peitada em um repórter da Globo, um gambá folgado e filho da puta. Sem fazer gols, já estava fazendo a nossa alegria. E o ano começou e você começou a meter gols. Um atrás do outro. De pé direito, esquerdo, cabeça, de chapa, peito de pé, cavadinha. A bola chegava em você e a rede já começava a gritar: “Eba! Já vou balançar! Já vou balançar!”.

E a torcida do Palmeiras, carente do chamado nove-nove, deixou de ficar carente. Você começou a ser comparado ao Evair, um dos maiores noves de nossa história. Fomos campeões da Copa do Brasil, e você, operado de uma apendicite, quase entrou em campo. Estava lá em Curitiba com o elenco para levantar o caneco que você ajudou a construir.

Você reacendeu a chama no Palmeirense. Comemora seus gols com o olho tapado por uma mão e a outra empunhada para o alto. Fez milhares de crianças imitarem esse gesto e está criando uma identificação sem tamanho com o Palmeiras. Você deu uma camisa do Palestra para o Messi! Você foi para a seleção argentina e saiu de lá correndo para Salvador para jogar por nós.

Você meteu 28 gols no ano, cumpriu o que prometeu. O time caiu, pois junto de você está uma bando de lixo, um monte de vagabundo filho da puta que não tem 1% do seu profissionalismo e comprometimento. Você, Barcos, é “linha atacante de raça”.

E eu, da “torcida que canta e vibra”, te digo uma coisa: você ainda não é ídolo, Barcos. Mas está no caminho mais que correto. E você pode virar um dos ícones de uma grande virada do Palmeiras em sua história. Você pode ser o capitão que conduzirá esse time ao lugar que merece. Você tem moral para chacoalhar essa garotada e os novos companheiros que vão chegar. E aí você pode virar um dos maiores ídolos de nossa história. Marcar seu nome por aqui como um Evair, um Leivinha.

Mas eu te entendo. Você precisa de gente boa do seu lado. E com a merda do Tirone, você sabe que não vai a lugar nenhum.

Barcos, não podemos fazer muito. Não podemos pagar seu salário, não podemos contratar jogadores de peso para te ajudarem, não podemos matar o Tirone e ocupar o Palestra, apesar da vontade extrema.

Mas eu, pelo menos, posso te prometer uma coisa. Eu já comprei uma camisa da Argentina, meti o nove e teu nome nas costas “BARCOS”.

Se você ficar no Palmeiras, eu prometo: VOU TORCER PARA A ARGENTINA NA COPA DE 2014. Vou no estádio, levo bandeira, canto o hino e tudo mais. Pode ser pouco, pode não ser nada. Mas seria a primeira Copa que não torceria pelo Brasil em minha vida. Abdicaria de um dos únicos momentos em que o país se sente unido, uma das poucas coisas que traz identidade a está multifacetada nação, para torcer pela Argentina, nosso maior rival.

Que se foda. É pouco, mas é o que posso fazer.

Tá registrado.

Um grande abraço a você e muito obrigado pelos serviços prestados até agora à Sociedade Esportiva Palmeiras.

Espero que continuemos juntos e cada dia mais fortes. #FicaBarcos

João Malaia

Anúncios

2 comentários em “Barcos, se você ficar, eu prometo…

  1. Douglas
    novembro 28, 2012

    Apoiado!!! Sem mais.

    • Dulce Malaia
      dezembro 1, 2012

      Torcer pela Argentina é um pouco demais para mim. Mas se te faz feliz, eu digo também: Fica, Barcos!

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às novembro 28, 2012 por em Quando a bola não rola e marcado , , , , .

(Publicidade Gratuita até 20/05/14) #AvantiBasqueteSEP

@ArqPalestrina

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: