Arquibancada Palestrina

Um blog de Palmeirense de arquibancada

Clube Grande tem torcida: preste atenção!

Por João Malaia

Um dos temas de pesquisa que mais me instigam e que ainda requer um refino no conceito é a questão de ser um “clube grande”. Cientificamente, não sei como fazer para determinar o que seria um “clube grande”, mas alguns parâmetros ajudam a definir o que faz um clube estar nesta posição. Estar, viu pessoal, pois clube está grande. Está grande para ser grande enquanto puder.

Bom, quais fatores fazem de um clube, um “clube grande”?

Títulos? Títulos importantes? Mas quem define quais títulos são importantes e quais não são? A imprensa esportiva? Você? O torcedor rival?

Ou seria a posse de um estádio? Mas e aqueles que são grandes e não tem (tinham) estádio? E os times que não são grandes e tem enormes estádios?

Seriam as receitas? Mas e os pequenos clubes que tem injeções de capital repentinas? Passam a ser instantaneamente grandes?

Como podemos ver, os dados acima são bastante subjetivos. Uns mais, outros menos. Mas há um dado que não tem inconsistência, justamente por ser absolutamente matemático, numérico e comparável. E esse dado é o da presença de público em estádios. É simples: clube grande tem presença de torcida no estádio. Em grande número. A média de público de um clube grande deve sempre ser bastante superior às médias de um clube médio ou pequeno.

Pois é. E é aqui que a coisa começa a virar. Aonde está a torcida do Palmeiras? Aonde andam os tão alardeados 15 milhões de Palmeirenses do Brasil? No momento, uns 15 mil já ajudariam bastante. Não estou pedindo muito.

Nosso público no Paulista é um vergonha. Um desgraçada e primorosa vergonha. Não estamos jogando em Barueri, mas no Pacaembu, um estádio que fica a algumas quadras do Palestra Italia. Os ingressos estão abaixo do mínimo exigido pela Federação e o Pacaembu está às moscas. No Paulista, ainda não colocamos 20 mil pessoas no estádio. O mais perto disso foi o público de 19.128, na vitória de 1 a 0 sobre a União Barbarense. E eis que ontem, mais uma vez, o público foi pífio: 4.160 pagantes. Uma vergonha. Uma vergonha.

Passei umas duas horas aqui, desde que cheguei do jogo, pesquisando no site da FPF, pegando todos os públicos e rendas das 10 primeiras rodadas e fazendo algumas contas. E os resultados são para lá de trágicos.

Coloco aqui um ranking dos clubes com melhor média de público em casa. Um detalhe importante: foram retirados todos os jogos em que o clube mandante recebeu um dos tradicionais “clubes grandes” (Palmeiras, Santos, bambis e gambás). Isso se deve ao fato de, naturalmente, tais partidas atraírem maior público fazendo a curva desviar demais. A intenção aqui é analisar a torcida de cada time, aquela que comparece nos jogos com os times menores. Não dá para analisar a torcida do Oeste analisando o jogo contra o Palmeiras, que teve 11.166 pagantes. A torcida do Oeste está no jogo Oeste e São Caetano, com a presença de 81 pagantes.  Arrisco-me a dizer que tal procedimento prejudica sobremaneira os clubes menores, pois seus maiores públicos são justamente contra os grandes. Já os chamados clássicos, cada vez atraem menos público, principalmente devido aos riscos de violência. Mesmo assim, os resultados são … foda de engolir.

SCCP

22.650

Santos

12.735

São Bernardo

9.150

SPFW

9.119

PALMEIRAS

7.903

Ponte Preta

4.393

Botafogo

3.736

XV de Piracicaba

3.114

Linense

3.016

10º Guarani

2.609

11º União Barbarense

2.546

12º Ituano

1.574

13º Mogi Mirim

1.515

14º Paulista

1.389

15º Mirassol

1.360

16º Penapolense

1.054

17º Atletico Sorocaba

954

18º São Caetano

699

19º Oeste

593

20º Bragantino

425

Não há a menor condição de olhar esses números e se sentir contente. E vai tomar no cu MESMO aquele cara que a partir de agora culpar alguém sobre esse processo que não seja você mesmo, torcedor do Palmeiras. Se você mora em São Paulo, ou perto de São Paulo, não está desempregado, nem trabalha na hora do jogo (durante a semana, à noite, e aos finais de semana) pare de dar desculpas, que o time é uma merda isso ou aquilo, que o Nobre não sei que lá, que o Kleina não sabe armar, que o ingresso está caro, que tá frio, que tá chuva. Você está envergonhando a torcida do Palmeiras. Para com essa choradeira e vamos para o estádio.

Vejam esse ranking acima. Eu gostaria de fazer uma ressalva. Há algo de errado com esse público do São Bernardo. Todos os cinco jogos do São Bernardo com times menores term entre 9.100 e 9.200 pagantes e a renda sempre na casa dos 130 mil reais. Esquisito. E, querem saber? Esquece o São Bernardo. Segundo Pepe Reale, o público presente no estádio em São Bernardo é fruto de uma parceria entre o clube e a Prefeitura)

Reparem que o Palmeiras tem um terço da média dos nossos maiores rivais. Tudo bem, os caras estão na moda e o caralho. Mas terem três vezes mais público que a gente? Caguei um monte se o plano gambá isso e aquilo. Não tem desculpa. Estamos nos apequenando. E você que fica no sofá da sua casa, no quentinho, metendo a boca no time pelo mundo on line está contribuindo decisivamente para o declínio vertiginoso de nossa imagem e de nossa posição como clube grande.

Vejam também que temos um pouco mais da metade da média de público do Santos. Puta que pariu, do Santos! Vão se fuder! Do Santos, caralho? Vejo nego no Twitter brincar que o Santos não tem torcida e os caras tem média de público em jogos com pequenos quase o dobro da nossa? Vergonha. Continue em casa contribuindo para essa vergonha.

Observem ainda que estamos atrás das meninas. Das meninas, que dizem que não gostam do Paulista. Torcidinha de final e o cacete, mas que tem mais de 1.200 pagantes por jogo em média. Não me venham com desculpas de que eles tem um setor assim ou assado, pois o Palmeiras não joga no Jardim Leonor. E também temos ingressos em promoção. Em um estádio no centro da cidade. Que vergonha.

Mas o pior não é isso. O pior mesmo é ver que atrás de nós vem uma Ponte Preta. Um lixo de um time de uma cidade de merda. E podemos ver que a distância que nos separa da Ponte Preta é muito menor do que a distância que nos separa do nosso maior rival. Eles tem o triplo do nosso público. Nós não temos nem o dobro do público da Ponte Preta. Isso não está direito. Pior. O Santos está mais longe de nós, do que nós estamos da Ponte. A distância do Palmeiras para o Santos (4.832) é maior que a distância do Palmeiras para a Ponte (3.510), Botafogo (4.167) e XV de Piracicaba (4.789).

Traduzindo para o bom português, estamos mais para Ponte Preta, Botafogo de Ribeirão Preto e XV de Piracicaba do que para o ….Santos. Que vergonha!

Querem uma mais triste? Então vai. Nossa distância para o último colocado, o Bragantino, neste Paulista de públicos vexatórios é de 7.478 pagantes em média por jogo. Enquanto o Bragantino tem uma média de 425 pagantes por jogo, nós temos 9.703. Mas a distância que o Palmeiras tem de público para os gambás, que tem média de 22.650 pagantes por jogo, é de 14.747. Ou seja, os gambás estão duas vezes mais longe da gente do que o Bragantino está de nós.

Agora, Palmeirense, cabe a você ler (ou não) esse números, essas analogias, quem sabe fazer as suas contas. Eu, cá com as minhas continhas, chego a uma conclusão triste: os Palmeirenses estão abandonando o time. Não é de hoje e este blog já diagnosticou este problema antes. Mas agora está ficando grave demais.

O que você vai fazer, Palmeirense? Vai deixar a gente sucumbir e se aproximar ainda mais da Ponte Preta, Botafogo, XV de Piracicaba e Linense? Ou quem sabe do Bragantino? Vai deixar esse abismo que nos separa dos gambás aumentar e se solidificar? Vai deixar a gente ser chacota com média de público menor que a do Santos? E quando essa merda não tiver mais volta e seu filho escolher ser gambá? Cadê você Palmeirense? Dá para perceber que esse é um fator que depende só de você? Depende só de você fazer seu time um grande ou pequeno? Depende de você fazê-lo aproximar mais do lugar em que merece estar, ou fazê-lo afundar para perto daquilo que nunca mereceu? Me chamem de dramático! Me mandem para a casa do caralho! Mas vá para a arquibancada, caralho!

O que você vai fazer? Vai chorar no Twitter ou no Facebook? Vai me dar unfollow, vai me dar block? Ou vai tirar a merda do rabo do sofá e encher a porra do estádio para aquele que você fica declarando amor a toda a hora?

Valmir, nosso parceiraço da velha guarda é que diz bem:

valmir

Olha, se esse texto render 650 unfollows e pelo menos um Palmeirense a mais no estádio, já estou feliz.

E só para lembrar. Hoje tem basquete, porra! Amanhã tem futsal, sábado tem basquete e domingo tem futebol. Estarei em todas.

Por que aqui é Palmeiras, puta que pariu!

——————————————————————

PS: AGORA DE MANHÃ SAIU O BOLETO DA FPF. A RENDA FOI DE 109 MIL REAIS. AS DESPESAS FORAM DE 129 MIL REAIS.

OU SEJA:

NÓS TIVEMOS PREJUÍZO DE 20 MIL REAIS! ASSIM É QUE NOSSO CAMINHO É LADEIRA ABAIXO MESMO.

Anúncios

Um comentário em “Clube Grande tem torcida: preste atenção!

  1. Uma medida interessante, que a diretoria poderia tomar :

    Usar no Avanti, algo parecido com o que os Gambás fazem no ST deles, de “rankear” os torcedores mais assiduos, e liberar pré venda de ingressos primeiro para esses. Muita gente vai em jogos de menos importancia, para garantir que terá um ingresso no mata-mata por exemplo.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em março 21, 2013 por em Pós-Jogo.

(Publicidade Gratuita até 20/05/14) #AvantiBasqueteSEP

@ArqPalestrina

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: