Arquibancada Palestrina

Um blog de Palmeirense de arquibancada

Derrota no futebol. Vitória no basquete.

Por João Malaia (@jmalaia)

O dia ontem não começou bem. Tivemos a quebra de invencibilidade da nossa equipe de futebol. Uma derrota para o Boa Esporte, fora de casa, mas que não deve atrapalhar muito nossa caminhada rumo ao acesso.

IMG_1309

A derrota seria até mesmo “esperada”, pois Gilson Kleina resolveu colocar uma equipe com muitos reservas que sentiram o peso do desentrosamento. O Boa Esporte se aproveitou disso e, como todo time que joga em casa contra a gente, veio pra cima da nossa defesa.

Tomamos o gol no início e depois um jogo ficou horroroso. Sentimos falta dos titulares e a equipe não encontrou soluções para bater o time do irmão do Carlinhos Paraíba, do irmão do Luisão e do ET.

Acho que a maioria já cansou de ler cornetadas, pessoal metendo o pau no Kleina, no Massa, no Charles, em todo mundo. Para dar uma alegrada, passo aqui algumas informações de como a partidaça de basquete ontem, na nossa Arena. Foi um jogaço. Trituramos (jogadores+comissão técnica+torcida) a Liga Sorocabana de Basquete.

Como alguns devem saber, a LSB é de propriedade/idealização/direção/ do Rinaldo Rodrigues, mais conhecido como Rinaldo Gambá, que também é o suposto treinador do time. Suposto por que é ele que assina a súmula e faz as substituições do time. Mais nada. De resto são gritos descontrolados com seus atletas e com a arbitragem.

Treinador da LSB não teve sossego.

Treinador da LSB não teve sossego.

Alguns já conhecem o Rinaldo. Da última vez que apareceu no Palestra, Rinaldo caiu na pilha da torcida e resolveu bater no braço e gritar “Aqui é $#$@&*%!” (perdão pela censura ao nome, mas neste blog não pronunciamos o nome daquele lixo). Aí sofreu uma pressão sem igual e uma promessa da torcida. Toda a ira para cima dele toda vez que pisasse no Palestra. E assim aconteceu.

Desde o momento em que chegou no Palestra, o treinador foi hostilizado pela torcida do Palmeiras. Dessa vez, Rinaldo não reagiu contra a torcida. Mas ficou completamente descontrolado. Não tenho nada contra o cidadão. Mas esportivamente, o cara feriu uma norma que não se pode. Resolveu atravessar uma linha que não se atravessa: resolveu cantar de galo na casa do rival. Muita gente estava lá só para xingar o Rinaldo Gambá. Nunca mais vai ter sossego no Palestra.

E com o apoio da ensandecida torcida do Palmeiras, nossos jogadores arrasaram a LSB.  Apenas na parte final do jogo, quando o Palmeiras chegou a abrir 20 pontos, é que o LSB fez uma sequência de pontos e se aproximou no placar. Mas o jogo acabou com o Palmeiras anotando 8 pontos de diferença: 84 a 76.

Molecada fez a festa!

Ponto alto do jogo foi quando a tradicional molecadinha que frequenta o ginásio nos jogos do Palmeiras saiu de traz da cesta (local também tradicional dessa molecadinha) e se juntou aos torcedores que ficam atrás do banco adversário. Foi muito legal. Quando os meninos chegaram, logo os torcedores deixaram claro quem mandava ali: “Aê molecada, aqui quem manda são vocês! O que vocês cantarem, a gente canta junto!”. E daí por diante, foi só alegria.

Os donos da arquibancada.

Os donos da arquibancada.

Essas são as ações que ajudam a fomentar ou a garantir os torcedores das camadas mais jovens. Ali, aquela garotada se divertiu, puxou músicas, cantou e ao final do jogo ainda desceram e conversaram com os jogadores, que atendem atenciosamente um a um os torcedores, principalmente as crianças.

Sabem, essa molecadinha gostava mesmo é de ir nos jogos do time sub-20 e principal do futsal. Ficavam ali infernizando o goleiro adversário. Infelizmente, não tem mais futsal.

Wesley Sena: nome para anotar

Wesley Sena joga no sub-17. Acabou de fazer 17 anos em junho. Joga na seleção brasileira da sua categoria e em algumas acima. Joga no sub-19 e no principal do Palmeiras. Ontem, Ênio Vechi deu chances a Wesley para o garoto jogar alguns minutos a mais do que vem jogando. O detalhe é que Wesley havia jogado muitos minutos na noite de sexta-feira, na tensa derrota por dois pontos da nossa equipe para o Pinheiros, no Palestra, pelo sub-19.

Wesley Sena

Wesley Sena

E se Wesley jogou muito na sexta para pouco público, no sábado, muita gente pôde ver o potencial dessa jovem promessa de 2,06 m. Wesley deu toco, enterrada, sofreu faltas, pegou rebotas e até meteu uma boa de três pontos. Wesley saiu do jogo com 5 faltas e foi ovacionado pela torcida.

Quarta-feira, Wesley deve estar com o Palmeiras sub-17 no Pinheiros, para pegar o líder do Paulista da categoria. Nosso sub-17 tem também outro jogador que participa do sub-19 e que entrou ontem no principal: Mogi. O menino participou apenas dos momentos finais do jogo, fazendo assim sua estreia no time adulto.

Próximo jogo e situação no Paulista

Palmeiras vai caminhando bem nesse Paulista. Somos os vice-líderes da competição com 7 vitórias e 2 derrotas. Na quinta-feira, enfrentamos o Mogi, do pivô Baby, também no Palestra, 20h, com entrada franca. O Mogi é o 3º colocado e a vitória em nossos domínios é muito importante.

O time do Palmeiras começa a engrenar. O time, que entrou nos eixos no final da temporada passada, parece que continua crescendo. As novas contratações do pivô Átila, de Neto e de Thyago Aléo reforçaram muito nossa equipe. O crescimento de Wesley também traz mais uma importante opção para nossa equipe. E ainda estamos aguardando a volta de Leonardo, do sub-19, o Leozão, que se recupera de cirurgia no joelho e está desesperado de vontade de jogar.

Então, para quem gosta de basquete, já sabe: quinta-feira, 20h, na nossa Arena, Palmeiras x Mogi. Entrada franca.

Anúncios

Um comentário em “Derrota no futebol. Vitória no basquete.

  1. Claudio Longo
    agosto 26, 2013

    Grande João, o Palmeiras Hoje tem uma visão bem distorcida de sua real vocação, pois os mutilados esportes amadores, são viáveis desde que tratados com competência e profissionalismo, sim, não ao profissionalismo de Paulo Nobre e sua trupe de engravatados, que visam meramente o lucro que gera a elitização de meios que afastam a cada dia mais e mais torcedores, pois a marca por si só é um legado de 99 anos, com conquistas e glorias, com gestão pífia de um departamento de marketing obtuso, que lança em plena data de 99 anos, uma camisa “BRANCA´´, para que seja peça de comemoração ao centenário que nesta data inicia festejos, realmente somos vitimas de idiotas moderninhos , que olham diretamente para seus umbigos, lembrando que a camisa usada pelo PALESTRA ITALIA em seu inicio de atividade , sempre foi “VERDE´´, com uma faixa branca na altura do peito , com a cruz de savoia, em alusão a família real Italiana, que Piemontesa , tinha a cor azul como fundo e símbolo, desta maneira a burrice é um legado de maestros do mercadológico departamento de cagadas alviverde, sendo que o próprio basquete alviverde, é vitima ,é se faz forte perante a ausência de habilidade crônica em manter um departamento , que em resumo consome, a verba de apenas dois dos promovidos “profissionais´´, do staff de Nobre incompetência!
    SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 99 anos de orgulho, desafiando sua própria incompetência , em manter idiotas na gestão, sem visão do próprio mercado!

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em agosto 25, 2013 por em Basquete Palmeiras.

(Publicidade Gratuita até 20/05/14) #AvantiBasqueteSEP

@ArqPalestrina

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: